SPFW INVERNO 2016 – DAY 6

Ai que pena, acabou o SPFW, os desfiles do ultimo dia foram lindos e deram o que falar…

Giuliana Romanno – Esse desfile não ocorreu na Bienal, foi no na galeria Rabieh, nos Jardins, um espaço pequenino, intimista e com uma bonita luz natural. A alfaiataria desconstruída fez sucesso junto com vazados geométricos, o veludo cortado a laser, as amarrações nas cinturas e punhos, as camisas leves e translúcidas e as fendas e recortes.

Patricia Viera – Deserto do Atacama foi o tema do desfile e por causa disso toda a passarela era de sal grosso, alusão ao deserto de sal do Chile. Couro é o material que a estilista mais conhece e usa, á algumas coleções a estilista vem convidando artistas para customizar peças da sua coleção que acabaram virando hit absoluto entre as fashionistas e desta vez a escolhida para assinar os desenhos foi a carioca Clara Veiga, os desenhos feitos de caneta Bic inspirados nas constelações do Atacama.

Wagner Kallieno – Outro desfile em que as jaquetas bomber aparecem, dessa vez com uma pegada mais moda urbana com acabamentos em vinil e peças em prata e esse dourado com ares futuristas.

Ratier – Essa foi a primeira vez da marca no SPFW e logo na estréia teve até cachorro na passarela! A coleção foi quase inteira all black, continuando com o seu estilo streetwear usando muito couro, tricô, linho, alfaiataria e seda.

Colccie – Com looks 70’s cheios de feminilidade a marca deu destaque para os bordados e a camurça! E a bota de cano médio que fez tanto sucesso nas semanas de moda internacionais também marcou presença no desfile da Colccie.

Amapô – Encerrando mais uma temporada de SPFW a marca apresentou uma coleção que mescla um mood gótico com detalhes de romantismo vitoriano. Paetês, plumas e veludo foram os materiais chave da coleção junto com uma cartela de cores repleta de tons como preto, bordô, roxo, mostarda e menta.

SPFW INVERNO 2016 – DAY 5

Penúltimo dia dessa semana de moda, rolaram muitos desfiles lindos, que deram o que falar…

Lethícia para Riachuelo – O desfile já começou cheio de sobreposições e muitas rendas. A aposta da vez serão as jaquetinhas bomber, toda essa coleção pode ser encontrada na Riachuelo, os preços variam entre R$ 39,90 e R$ 399,90!

Gloria Coelho – Utilizando o tema “Os nórdicos” Gloria Coelho apostou no mantô como a peça-desejo de sua coleção, junto com jaquetas e casaquetos, usados com vestidos, hot pants e coletes e casacos de faixas de couro, alguns texturizados com um material sintético de textura de cobra e lã ( de carneiro e de coelho).

Fernanda Yamamoto – Toda essa coleção foi feita a mão, dessa vez o objetivo da estilista era trazer uma leveza especial para a renda deixando-a com um ar  contemporâneo. Não há dúvidas de que ela conseguiu atingir seus objetivos não é mesmo?!

Juliana Jabour – Assim como em muias outras coleções os anos 80 foi o tema para o Inverno 2016, nesse desfile foi utilizado georgete de seda, tricoline emapapelada, tule bordado, paetê, alfaiataria, couro e tricô, com uma paleta de cores primarias que deram contrastes vibrantes as estampas.

Lolitta – Os casacos casulo e felpudos foram destaque do desfile junto com os vestidos com inspiração “gladiador”, o cumprimento midi, tops cropped e vestidos curtinhos continuaram sendo usados pela marca nessa estação.

Lino Villaventura – O contraste de cores com os cristais esteve presente desde o inicio do desfile, dessa vez Lino trouxe um leve olhar esportivo para seus longos tradicionais, com muita seda que dão volume a suas parkas.

Osklen – Conforto é a palavra que define este desfile, moletom foi a base da coleção junto com veludo de seda, crepe de seda, sarja de algodão, jérsei, tricô de rayon e seda orgânica com stretch. Seguindo uma linha mais minimalista a marca conseguiu mostrar todas as suas características sem se repetir mesmo utilizando temas recorrentes.

SPFW Inverno 2016 – Day 3

Terça-feira desfilaram muitas marcas que eu amo, foi difícil escolher meus 5 looks preferidos de cada marca.

Vitorino Campos – Nessa coleção Vitoriano trabalhou com o jeans em seu estado bruto, sem nenhum tipo de lavagem e para quem assim como eu ama tênis branco, se depender desse desfile eles continuam na próxima estação, ele estava presente em cada look deixando cool e elegantes na medida certa.

Iódice – O filme “Morte em Veneza” foi o tema desse desfile, o estilo marinheiro esteve presente no desfile inteiro, a paleta de cores selecionada tinha muito marinho, preto e branco com toques laranja tijolo. Os casacos e tricôs apareceram ambos oversize, usados por cima de saias transparentes ou com grandes babados, blusas e tops.

GIG Couture – As estampas tropicais estavam presentes nos looks com pequenos toques dos anos 90, os acabamento dos tricôs também fizeram sucesso junto com as bolsinhas e bijuterias com dourado e acrílico.

João Pimenta – A alfaiataria clássica esteve fortemente presente na coleção, com a diferença de alguns detalhes em conjuntos mais tradicionais, de calça, paletó e camisa com cores que remetem ao Brasil. As botas e sapatos também se destacaram fazendo uma relação entre o social e o casual.

PatBo – Patricia interpretou suas referência vicking nômade dentro de sua marca, os bordados, cordas trançadas e franjas presentes em quase todas as peças. As franjas, de seda e de algodão, estavam sempre cheias e ricas, com balanço e volume em tiras fininhas, o que deixa tudo forte e delicado. A própria estilista afirmou que este é um novo momento da mulher PatBo, menos romântica, mais madura e cheia de atitude.

Ellus – A marca encerrou o terceiro dia do evento com uma grande apresentação de skatistas e som alto para abrir o desfile. Lançou a linha Sport DLX, em parceria com a Adida e deu ainda mais destaque ao streetwear, o jeans e o moletom esteve mais uma vez muito presente assim como em sua última coleção e para encerrar o desfile teve o show da rapper Karol Conká.

SPFW Inverno 2016 – Day 1 and 2

Domingo iniciou o SPFW, com o desfile do Alexandre Herchcovitch, que aconteceu na prefeitura de São Paulo, o desfile teve um estilo mais punk-dark, foram utilizadas muitas transparências, muito zíper, amarrações, argolas e mangas bufantes, detalhe o desfile foi intero Black&White!

Ontem, segunda-feira, foi o primeiro dia do SPFW no Parque Ibirapuera e já rolaram mais quatro desfiles, entre eles:

Animale – Nessa coleção a estilista focou em cada modelo, assim podendo atingir diferentes tipos de mulheres, usaram comprimentos e propostas de modelagem variadas, seda para peças mais leves e soltas com detalhes em renda francesa recortada artesanalmente, casacos de alfaiataria e peças mais estruturadas, foi utilizada a transparência em tops e minissaias.

Uma Raquel Davidowicz – Essa coleção poderia ser facilmente usada nas ruas, com peças super versáteis e confortáveis, foi utilizada muita sobreposição e mistura de materiais (moletons com textura emborrachada, malha suede, tafetá de seda, lãs, couro e suede com película metalizada).

Ronaldo Fraga – O tema desse desfile foi o amor, muitas peças eram feitas de tricot, misturado com algodão ou em uma versão mais rústica é a seda. Todas as peças foram 100% produzidas no Brasil, com materiais nacionais, com exceção da lava de vulcão da Colômbia, usada como pedraria de um colar.

Lilly Sarti – Em uma coleção mais mística  a marca incorporou o esoterismo com acabamentos luxuosos, como o tule devorê com símbolos que remetiam da Astrologia ao Egito Antigo, pashminas, jeans, pelo de ovelha, couro, tricôs e lamê.

Chokers, elas voltaram de cara nova!

Quando a gente menos espera, a moda nos surpreende!

Antes de começa r qualquer assunto, vamos a definição, “choker” é  gargantilha em inglês. Ou seja, os colares bem curtinhos, que ficam justos no pescoço. Elas já fizeram muito sucesso nos anos 90 e agora estão de volta (!!!), são separadas em dois grupos, as Chokers Tattos e as Metal Chokers …

As Chokers Tattos são aquelas que já conhecemos feitas de nylon preto que se moldam dando a impressão de tatuagem no pescoço e os de fitinha de camurça (alguns ainda ganham um pingente).

As Metal Chokers são mais sofisticadas, podem ser dourados ou prateadas. Essa choker pode ser encontradas com vários estilos diferentes, desde uma mais básica, lisa que pode ser tanto usada em uma festa como misturado com uma peça urbana, até as mais trabalhadas com pedras, pingentes e com detalhes em couro.

Essa tendência já esta garantida, marcas como: Balmain, Chanel e Louis Vuitton mostraram a mesma tendência nos desfiles prêt-à-porter de inverno 2016!

Line-Up: SPFW Inverno 2016

Em sua 40° edição, o São Paulo Fashion Week completa 20 anos com o tema “Do princípio ao início”, a comemoração teve início na última edição do SPFW, que aconteceu de 13 a 17 de abril ( eu fui !!!), quando foram desfiladas as coleções para o Verão 2016 no Parque Cândido Portinari.

Nessa edição o evento acontecerá no Parque do Ibirapuera – Pavilhão da Bienal, do dia 18 a 23 de outubro…

Confira o line-up completo:

Domingo (18/10)
Alexandre Herchcovitch – 17h00

Segunda- feira (19/10)
Animale – 17h00
Uma Raquel Davidowicz – 18h00
Ronaldo Fraga – 19h00
Lilly Sarti – 20h00

Terça-feira (20/10)
Vitorino Campos – 11h00
Iódice – 12h00
GIG Couture – 16h00
João Pimenta – 17h00
PatBo – 18h30
Ellus – 20h00

Quarta-feira (21/10)
Reinaldo Lourenço – 12h15
Samuel Cirnansck – 16h00
Apartamento 03 – 17h00
Coven – 18h30
Hêlo Rocha – 20h00

Quinta-feira (22/10)
Lethícia para Riachuelo – 10h00
Gloria Coelho – 12h20
Fernanda Yamamoto – 16h00
Juliana Jabour – 17h00
Lolitta – 18h30
Lino Villaventura – 20h00
Osklen – 21h00

Sexta-feira (23/10)
Giuliana Romanno – 10h00
Patricia Viera – 11h30
Wagner Kallieno – 16h00
Ratier – 17h30
Colcci – 19h00
Amapô – 20h00

E o Natal da H&M terá como estrela Katy Perry

Katy Perry é a nova estrela das campanhas de Natal da H&M, desde vídeos promocionais da rede até nas propagandas impressas e de internet,

“A H&M foi um dos primeiros locais onde comecei a cultivar o meu estilo pessoal, e continuei a integrar peças da H&M no meu guarda-roupa ao longo dos anos. Uma das razões que me levam a adorar o Natal é o facto de poder vestir roupas confortáveis e giras, algo que a H&M oferece, para todas as carteiras. Mal posso esperar para mostrar o mundo que criámos com Jonas Åkerlund e Dan Jackson”, afirmou Katy Perry.

Katy também fez parte da campanha de inverno 2016 da Moschino, campanha esta que também teve Anitta como protagonista aqui no Brasil!

E para a ansiedade de todos a campanha será lançada em Novembro, mas a marca sueca disse que lançará novidades com a artista ao longo dos próximos meses, agora o que nos resta é aguardar ansiosamente!

Yellow Boots – Inverno 2015

Há um tempinho eu já venho querendo fazer esse post sobre yellow boots, mas acabei adiando por um tempo porque mesmo achando lindo (!!!!!!) eu ainda não tinha uma, agora eu não só tenho, como não paro de usar e ao contrário do que muita gente pensa elas são super versáteis e combinam com tudo. E por causa disso eu fiz uma lista de dicas e looks para diferentes ocasiões em que podemos usar as yellow boots.

Yellow boots por terem essa pegada rústica vão bem com qualquer jeans, desde os bags até os skinnys, tradicionais ou escuros, fica a seu critério. Misturar com camisas xadrez, t-shirts, moletons ou croppeds são ótimas escolhas.

Eu montei alguns looks para vocês poderem usar de inspiração:

ImageProxy (1) ImageProxy (2) ImageProxy (3) ImageProxy (4) ImageProxy

E esses são os meus looks preferidos com yellow boots:

IMG_4254

…Thursday🐻

A post shared by Giovanna Agostini Rocha (@giiagostini) on

E aí, gostaram? Xx.

Look do dia: Parkas

Oiii genteee! Tudo bem com vocês? Bom hoje eu tenho um dica de peça pra vocês usarem que está super em alta, as parkas (ou parcas)!!

As parkas são um tipo de casaco mais largo e impermeável, elas eram utilizadas pelos militares pois são ótimas para se proteger do frio, mas essa peça se tornou a mais desejada desse inverno!

E para invadir o armário feminino essa peça ganhou algumas variações para não parecer que nós acabamos de sair do exercito hahah

 E eu o meu look de hoje teve parka, bolsa BOHO e Air Max 90… E aí, gostaram ?


#FicaADica, usem e abusem das parkas nesse inverno!! BeijoBeijo

Boho Chic!

E pra quem pensou que o estilo Boho era apenas uma fase do verão 2015, felizmente ele continua nessa estação!!!

Para quem não conhece ou ainda não sabe muito bem o que é, o estilo Boho Chic é uma mistura de vários estilos, como hippie, o étnico, o boêmio, o folk, o vintage e o romântico, esse estilo tem como proposta ser um pouco desleixado com consciência, usando cabelos mais “desarrumados”, maquiagens mais leve e roupas super confortáveis acima de tudo.

Como todos os estilos ele também tem peças chaves como: blusas tipo bata, saias longas, crochê, vestidos de tecidos bem leves e esvoaçantes, cintura alta, calça flare, short desbotado, botinhas tipo country, kimonos, bolsas de franjas, lenços, penas, chapéus, pulseiras e anéis (muuuitos).

Looks de inspiração para o inverno:

Acessórios Boho:

Dica: não precisa sair boho chic da cabeça aos pés, até porque ficará um look muito “fantasiado”, é possível misturar elementos do boho chic com algo mais clássico e atemporal, montando um look básico e cheio de charme!